(45) 3257-1268
Fale com a Prefeitura
(45) 3257-1268 | Fale com a Prefeitura
Seção
Institucional
Sobre
Sobre

O Município de Entre Rios do Oeste situa-se no extremo oeste do Estado do Paraná, na margem oriental da represa de Itaipu, possui  uma área de 122,071 Km², subdivididos em 103,11 Km² de área rural e 3 Km² de área urbana. Seus limites são ao Norte: Pato Bragado e Marechal Cândido Rondon; Sul: Santa Helena; Leste Marechal Cândido Rondon; Oeste: Rio Paraná (divisa internacional com a Paraguai). Um dos mais jovens Municípios da região Oeste do Estado, Entre Rios do Oeste possui, segundo o IBGE em 2010, uma população de 3.926 habitantes, subdivididos em 2.642 habitantes na área urbana e 1.284 habitantes na área rural. Suas coordenadas geográficas são:  em torno do ponto 24º 43’ de Latitude Sul e 54º 14’de longitude oeste e uma altitude média de 260 metros sobre o nível do mar e etá situada no 3º Planalto ou Planalto de Guarapuava. . A distância da Capital do Estado é de 600 Km.

A Rodovia Estadual PR 495, que atravessa o Município de norte a sul, constitui-se na principal via de acesso, interligando os Município de Pato Bragado, ao norte e Santa Helena, ao Sul.

Merecem destaque no Município o Rio Paraná e uma pequena Bacia Hidrográfica formada pelos Rios São Francisco Verdadeiro e São Francisco Falso (anteriormente conhecido como Facão Torto), além de várias sangas e arroios.

Área do Município
Área do Município
Rural 10.611 103.11 Km²
Urbana 2.115 3 Km²
Total 12.726 106,11 Km²

 

Área da Itaipu
Área da Itaipu
Área Inundada 20.79 Km²
Faixa de Proteção 14.82 Km²
Total 35,61 Km²

 

Limites:
Limites:

Entre Rios do Oeste faz divisa com 4 municípios brasileiros, no Estado do Paraná, e um país a saber

População
População

O município de Entre Rios do Oeste pelo Censo de 2010 contava com a seguinte população

Total da População:  3.926

Urbana: 2.642 habitantes

Rural: 1284 habitantes

Masculina Urbana: 1.301
Masculina Rural:  658
TOTAL MASCULINA:  1.959

Feminina Urbana:  1.341
Feminina Rural:  626  
TOTAL FEMININA:  1.967

Segundo o Censo a estimativa da População em 2017 é de 4.206
 
FONTE IBGE

Hidrografia
Hidrografia

Os rios da região que desembocam  diretamente no Rio Paraná  (Lago de Itaipu) pertencem a Bacia  hidrográfica “ Paraná III” , entre as Bacias do Rio Piquiri, ao norte, e a bacia do Rio Iguaçu, ao sul. O rio mais importante do Município é o rio São Francisco que faz limite norte com o Município de Pato Bragado.
Com a formação do Lago de Itaipu a configuração da hidrografia local sofreu grandes alterações: anteriormente o Ria Paraná corria em um estreito cannyon e o Rio São Francisco apresentava um imponente salto  de 4,5 Km antes de sua desembocadura.

Solo
Solo

No Município de Entre Rios do Oeste predominam os tipos de solo Terra Roxa Estruturada que abrange 28e o Latossolo Roxo que vem predominado com cerda de 60 da área do Município, originado ambos pela decomposição do basalto. São solos profundos, de boa fertilidade, que apresentam grande aptidão para a agricultura.

Clima
Clima

O clima que caracteriza o Município de Entre Rios do Oeste pode ser classificada com CFC: clima subtropical úmido sem estação seca com verões quentes, apresenta também invernos relativamente frios e secos, com ocasionais ocorrências de geadas, com tendência de concentração de chuvas nos meses de verão. Esse clima é predominado em toda a região, apresentando também temperatura média  nos meses mais quentes superior a 22 ªC e a dos meses mais frios é inferior a 18ªC. Contudo nos últimos anos, segundo observações dos moradores, a temperatura vem gradativamente aumentando, apresentando verões muito quentes.
A proximidade do Lago criado pelo represamento da hidrelétrica de Itaipu faz com o índice de umidade relativo do ar na região apresenta médias entre 50a 85 Os vales adjacentes apresentam índices acima dessa média. (PEREIRA, 1994) 

Aspectos Econômicos

A principal atividade econômica  do Município está ligada a agropecuária. No setor industrial encontramos um acréscimo no número de industrias instaladas a partir a implantação do programa de industrialização, através do qual a Prefeitura Municipal   criou o Parque Industrial e concedeu incentivos para diversas industrias, das quais cinco encontram-se instaladas junto ao Parque Industrial. O destaque maior neste setor fica por conta da Industria de Confecções Mario Gomes LTDA, de propriedade do ator global Mário Gomes, que após receber incentivo da municipalidade instalou uma industria de confecções e fixou residência do Município. A referida industria gera, aproximadamente, 80 empregos diretos, amenizando bastante o índice de desemprego apresentado no Município.
No setor agrícola atualmente o Município conta com cerca de 80da produção de soja, milho, trigo e mandioca. O restante em hortifrutigranjeiros, com uma pequena parcela de produtores de algodão. Na pecuária , o rebanho suíno é o destaque com aproximadamente 20.000 cabeças, seguido pela criação de gado e produção de leite tendo, ainda, em escala menor a produção de ovinos e peixes.
Na tabela  poderemos observar a distribuição e ocupação da área do território do Município.

A Influêcia dos Royalties no desenvolvimento de Entre Rios do Oeste
A Influêcia dos Royalties no desenvolvimento de Entre Rios do Oeste

Município de Entre Rios do Oeste  com a formação do reservatório da Usina Hidrelétrica de Itaipu teve 20,79 Km² de área inundada e mais 14,82 Km² de seu território foi ocupada para a formação da faixa de proteção do lago, representando uma inestimável perda, pois a maior parte desta área constituía-se em área produtiva do Município, destinadas especialmente ao setor agropecuário,  que além de sofrer com a diminuição de sua produção, também sentiu os reflexos de um grande êxodo populacional, levando a maior parte das famílias atingidas para outras  regiões.
A exemplo dos demais municípios lindeiros, o Município de Entre Rios do Oeste possui uma economia essencialmente agrícola e, com a perda de seu sistema produtivo, seu desenvolvimento e a formação de capital poderiam ser prejudicados.  
Contudo, amparada por uma legislação específica, os Municípios afetados pelo reservatório obtiveram o direito de receberem uma compensação financeira  com o objetivo de amenizar os prejuízos decorrentes da  perda de parte de seus territórios.
No caso dos pequenos municípios, como Entre Rios do Oeste, essa compensação financeira é de grande importância  e representa um papel essencial para  a sua sobrevivência, pois sem a mesma a receita do Município teria uma diminuição em torno de 50(cinqüenta por cento) .

Os benefícios do uso alternativo do lago de Itaipu em Entre Rios do Oeste

Os primeiros anos após a formação do reservatório Entre Rios constituía-se ainda  em um Distrito de Marechal Cândido Rondon, sendo assim , inicialmente a população sentiu somente a perda de parte de suas terras,  que se constituíam  em faixas de área cultiváveis, acarretando, também, na diminuição da produção agrícola do então Distrito.
Com a instalação do Município vislumbrou-se novas expectativas quanto a um incentivo maior para a exploração do reservatório.  A primeira opção, que de certa forma já vinha sendo praticada,  foi o incremento e regularização da atividade pesqueira. Até então já existiam inúmeras pessoas que procuravam na pesca mais uma fonte de renda, para incrementar o orçamento familiar e com o incentivo da Prefeitura Municipal fundou-se em 21 de outubro de 1.994 uma associação que objetivava reunir  todos os pescadores do Município que encontravam na pesca uma fonte de renda,  formando-se assim a Colônia de Pescadores São Francisco.
Atualmente a Colônia possui cerca de 50 associados que dedicam-se, principalmente, a pesca artesanal, com redes espalhadas ao longo de toda a área  do Lago de Itaipu.  Os pescadores obtêm  uma produção em média de 140 toneladas, que  são comercializadas principalmente nas cidades de Palotina, Terra Roxa, Toledo, Cascavel e Cianorte.
Assim como as demais Colônias já formadas, a Colônia de Pescadores São Francisco tem por objetivos promover o exercício e o desenvolvimento econômico da pesca, alcançar e manter  a maior produção pesqueira, empregando recursos tecnológicos disponíveis ou desenvolvendo novos métodos, bem como, a preservação de espécies raras e manter  a qualidade do ecossistema.
A recreação e lazer consiste em outra grande forma de melhor aproveitamento  do Lago. Em termos de recreação e lazer encontramos diferentes atividades que podem ser desenvolvidas nas águas do reservatório, que surgem naturalmente, devido principalmente ao fácil acesso que o Lago apresenta.
Formam-se ao longo da Lago pequenos campings, onde as pessoas se  reúnem em busca de paz e tranqüilidade, praticando a pesca ou simplesmente para tomar banho nas águas do Lago.
Outro grande beneficio que o Município de Entre Rios do Oeste recebeu foi a criação pelo Governo do Estado do Projeto Costa Oeste, que procura desenvolver  as potencialidades dos Municípios lindeiros. Com a criação dos Jogos Mundiais da Natureza,  o Município de Entre Rios do Oeste foi contemplado com um grande investimento do Governo do Estado através da construção de uma Base Náutica, que em conjunto com as demais Bases construídas nos localidade de Três Lagos (Foz do Iguaçu), Itaipulândia, Santa Helena, Porto Mendes (Marechal Cândido Rondon) e Guaíra, formam uma invejável estrutura  voltada para a promoção do esporte aquático.
Com a construção desta Base Náutica começou-se definitivamente a desenvolver o  turismo no Município. Após a primeira edição dos Jogos Mundiais da Natureza  o Município de Entre Rios do Oeste foi escolhido para cediar também a Copa do Mundo de Canoagem Velocidade, ocorrida em abril de 1.998. Para o referido evento o Governo do Estado em conjunto com a Confederação Brasileira de Canoagem construíram  na água uma pista de canoagem, sendo a única no Brasil que possui as medidas oficial. A partir de então já ocorrerão no local a Copa Brasil de Canoagem e mais recentemente, em novembro de 1.998, o Sulamericano de Canoagem, marcando definitivamente o nome de Entre Rios do Oeste no roteiro oficial da canoagem mundial. Atualmente, com o incentivo da Prefeitura Municipal,  mantêm-se uma escolinha de canoagem com um instrutor formado, que objetiva  um desenvolvimento maior do esporte no Município e a  revelação de  novos  talentos, despontando no cenário esportivo nacional.       
Outro beneficio que o Município recebeu do Governo do Estado foi a pavimentação de 07 Km de estradas, ligando a sede Municipal à Base Náutica,  permitindo  que o turista que tenha acesso fácil  aos locais de lazer instalados junto a área  da Base Náutica. A referida pavimentação asfáltica, além de auxiliar o desenvolvimento do turismo na área, contribuiu também para facilitar o transporte escolar, que até então era prejudicado nos dias de chuva, bem como, facilitou bastante o deslocamento para a sede do Município dos agricultores que residem nas proximidades.

Prefeitura Municipal de Entre Rios do Oeste, PR
© - 2017 | Todos os direitos reservados.
Receba nossos Informativos
Atendimento segunda à sexta, das (45) 3257-1268
Tecnologia e desenvolvimento